Monstros da razão
Crítica

Monstros da razão

Com a noveleta Corrida selvagem, o inglês JG Ballard satiriza os excessos de uma civilização higienista – e adverte para os massacres criados dentro dos mais ordeiros subúrbios. Resenhol para o Estadón de domingo Muito antes de serem construídas as torres neoclássicas do Parque Cidade Jardim, maior empreendimento imobiliário das Américas, cuja vista para as … Continuar lendo

Vida de cinema
Crítica

Vida de cinema

> Essa saiu no Estadón de ontem Escrita depois do diagnóstico de câncer terminal, autobiografia de J. G. Ballard joga luz sobre uma vida tão extraordinária quanto a obra Biografias de escritores costumam ser um tanto chatas. A não ser no caso de inquietos como Jack London, Joseph Conrad ou Paulo Leminski, aventuras e agruras … Continuar lendo