Nossas cidades são cemitérios de automóveis

Ou seriam nossos automóveis cemitérios de cidades?

“Pode-se explicar o século 20 tendo o automóvel como ícone… sempre fui fascinado pelos movimentos que uma mulher faz ao sair de um carro.”

Neste filmete da BBC, JG Ballard pega seu muscle car americano e passeia por highways britânicas, procura vaga em um interminável estacionamento, assiste fascinado a desastres, leva o carango a um lava-rápido [em uma seqüência estranhamente bela, filma a analogia entre as curvas femininas e as curvas de um carro durante o banho de uma garota]…

O roteiro é baseado em um capítulo de seu experimental Atrocity Exhibition, de 1970  [título que nomearia dez anos mais tarde uma canção do Joy Division] e embalou a narrativa de Crash, de 1973 [aqui tem um trailer do filme de David Cronemberg, ao som de “Feeling good”, cover do Muse para a música da Nina Simone].

Creepy…

Autor: rbressane

Writer, journalist, editor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s