Caos

Descanse sem paz

É nesta quinta, na Merza. Meu livro de poemas O Impostor também está no sacolão que o Joca irá dispor ao lado das famosas garrafas peludas. Outras preciosidades são o Faroestes de Marçal Aquino, A Teia Selvagem do Mundo, do Otávio Ramos, Treze, do Nelson de Oliveira, Paulisséia Ilhada, do Glauco Mattoso, Meu 7o Dia, … Continuar lendo

Caos

Por que não fui à Flip

No Outlook de hoje… por Ronaldo Bressane Se você gosta de livros, como o signatário, e não está em Paraty nem pretende ir, como o signatário, deve ter escutado um zilhão de vezes o mosquito: “Vai pra Flip??”. À negativa, sentiu aquele esgar de sobrancelha de comiseração e tristeza avassaladoras. E logo em seguida, outro … Continuar lendo

Vaidosos Anônimos
Ensaio

Vaidosos Anônimos

Enquanto tolos & totós inimputáveis maltratam os teclados bancados por suas mamães, a caravana se garante, assinando tudo com o próprio nome. Daí que segue outra pensata-playground pra pagar a Germana das crianças. É a capa da Vida Simples do mês, edição Vaidade. Vai o texto original – mas sugiro ir às bancas conferir a … Continuar lendo