Um original de Luiz Gê


Um pouco diferente do último quadrinho da HQ Eu quero ser uma locomotiva, de maio de 1975: neste, rabiscado 36 anos depois, a mocinha está toda feliz em ser triturada pelo trem tarado. Logo mais posto a entrevista que fiz com o mestre, que relança seu clássico Avenida Paulista – publicado em 1991 na saudosa Revista Goodyear, em breve reeditado pela Companhia das Letras.

Meu negócio é mulher, Froidão, mulher!


Autor: rbressane

Writer, journalist, editor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s