Caos

Mendigo pero altivo


Morre aos 94 anos o escritor egípcio Albert Cossery

Da France Presse

O escritor egípcio Albert Cossery morreu no último dia 22 de junho. Cossery, que tinha 94 anos, foi encontrado no seu quarto no hotel Lousiana, em Paris, onde vivia há quase 60 anos. Cossery notabilizou-se pelos seus romances escritos em francês e ambientados no Oriente Médio [especialmente Egito]. Misturando sarcasmo e sabedoria oriental, Cossery escreveu oito romances, sempre na cadência de “uma linha por dia”, como gostava de declarar.

No Brasil, a Conrad publicou Mendigos e Altivos, As Cores da Infâmia [último romance, finalizado em 1999] eAmbição no Deserto – este, um romance que se passa no fictício emirado de Dofa e lida com terrorismo, petróleo e a intervenção militar de potências ocidentais no Oriente Médio.

Depois de um devastador câncer de garganta, o escritor perdeu a capacidade de falar em 1998. Nascido em 3 de novembro de 1913, Cossery começou a publicar em jornais egípcios de língua francesa nos anos 30, e durante a Segunda Guerra Mundial trabalhou na marinha mercante do Egito. Em 1945 estabeleceu-se em Paris, e desde 1951 residiu no mesmo quarto de hotel, sem nenhum bem material de valor. Preguiçoso contumaz, propunha o hedonismo como estilo de vida ideal. Entre seus amigos estavam Henry Miller, Albert Camus e Jean Genet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s