Meu amigo emo

Nem todo mundo que curtiu o iê-iê-iê ficou lesado como RC. Seu contemporâneo Jorge Ben, por exemplo, sempre consegue surpreender. Até quando parece mais lesado do que nunca. É o caso de “Meu amigo emo”, que aparece em Recuerdos de Asunción, novo álbum do malaco, todo feito em cima de resgate de bases que ele gravou na SomLivre e depois abandonou. Só Ben consegue fazer de algo idiota algo totalmente genial, tipo o verso “Eles são infelizes, mas são felizes”… A explicação é que tem uns emos no condomínio do mestre do swing que sempre o chamam pra bater bola. Como Ben os acha gente boa, ganharam música… Mete bronca. [Cortesia Matias]

Autor: rbressane

Writer, journalist, editor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s