Mó palhaçada aê

obamis2

Ismael – É o seguinte: quando eu estava sendo o cacique, era sim, também hotxuá. Mas era o mesmo o trabalho que estava fazendo, porque eu sou hotxuá. Sempre. Então tem que fazer esse trabalho com o pessoal porque nós somos hotxuá. Tem um bocado que, eu acabei de contar, tem um bocado que não é palhaço, que nem vocês que estão aqui, parece que todo mundo é palhaço, né [risos]; aí fica todo mundo rindo. Pensa que é assim mesmo. E eu também, quando eu estava fazendo isso, sendo cacique, eu trabalhava nesse negócio de hotxuá (como nós chamamos, já é outra língua, né). Quando eu acabar de falar aqui, depois, eu vou chamar uma pessoa que está junto comigo, que está andando comigo aqui no Rio de Janeiro que é o Fernando Crabim, ele vai conversar sobre isso aí também junto com vocês aqui. Que vocês são kupês, entendem mais ele. Eu entendo bem, mas… o que eu queria falar com vocês que são palhaços é que é o mesmo hotxuá também que sou eu. O que eu estou falando aqui é isso aí. [aplausos]

> Um inacreditável debate sobre poder X palhaços envolvendo o supracitado Ismael Krahô Hotxuá, o parlapatón Hugo Possolo, o grande Fausto Wolff et altri pagliacci aqui

Autor: rbressane

Writer, journalist, editor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s