Fiction has failed

PM mata garoto durante simulação em MT

HUDSON CORRÊA e MATHEUS PICHONELLI
da Agência Folha

Um menino de 13 anos morreu e nove pessoas –entre elas seis crianças– ficaram feridas durante a simulação de um seqüestro realizada hoje por policiais militares em Rondonópolis (219 km de Cuiabá).

Na simulação de um resgate dentro de um ônibus, protagonizada por sete soldados e um tenente do GOE (Grupo de Operações Especais), foram feitos disparos com munição real, em vez de balas de festim, em direção às pessoas que participavam do evento. O prefeito do município, Adilton Sachetti (PR), estava no local.

A simulação da polícia fazia parte de um mutirão de prestação de serviços à população promovido pela prefeitura.

Luiz Henrique Dias Bulhões, 13, levou um tiro na cabeça e morreu no Hospital Regional de Rondonópolis. Dos nove feridos, quatro continuavam internados hoje. Duas crianças tiveram que ser operadas –uma delas, de dez anos, também foi baleada na cabeça.

Bulhões morava na zona rural da cidade, a 3 km do centro, e cursava a 6ª série.
Por causa do incidente, o governador Blairo Maggi (PR), foi até Rondonópolis hoje. Ele estava em Alta Floresta (MT), a 1.200 km de distância.

De acordo com o governador, as investigações apontam para “um erro de procedimento dos policiais”. Sete estão presos.

“Tudo indica que [a arma carregada com munição real] foi escopeta calibre 12”, disse Maggi. Segundo ele, a bala foi disparada de dentro do ônibus.

A Secretaria de Segurança do Estado informou acreditar que um dos policiais pode ter trocado, por engano, balas de festim por munições reais.

Autor: rbressane

Writer, journalist, editor

2 thoughts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s