Submarino Vermelho

Uma oficina de escrita criativa baseada nas literaturas russa & ucraniana


Faça ficção, não faça guerra!

Quando o imbecil do Putin resolveu invadir a Ucrânia, o filme russo – que já andava meio queimado com a escalada fascista do regime oligarca – fritou. Como reação, aconteceu um cancelamento ridículo. Donos de bares nos EUA esvaziaram suas garrafas de vodka nas calçadas, universidades italianas tiraram Dostoiévski de seus currículos e teve até um restaurante hipster de SP cretinamente tirando o estrogonofe de seu cardápio.

Achei que era uma boa oportunidade para convidar os alunos de meus Submarinos – minhas turmas de escrita criativa – a mergulhar nas literaturas russa & ucraniana. Nos Submarinos, toda semana eu levo um autor novo, moderno ou contemporâneo, como inspiração para criar propostas de escrita. Desde que comecei a dar semanalmente esta oficina, vieram navegar com a gente quase 200 autores. Em sua maioria brasileiros, depois anglófonos e hispânicos (minha especialidade), mas também asiáticos, italianos, franceses, holandeses – e russos (minha paixão).

A ideia era tratar meia dúzia de nomes e depois voltar ao habitual revezamento de literaturas. Mas seis meses depois a guerra não acabou, e eis que já lemos quase 30 nomes, de Púchkin a Sorókin, passando por Tsvetáieva e Petruchévskaya, Gógol e Dostoiévski, Dovlátov e Nabokov, Ulitskaia e Akhmátova, Bulgákov e Bábel, Soljenítsin e Chalámov.

Então os Submarinos viraram o curso Descancelando os Russos. Um mergulho na alma eslava, e uma navegação em uma das literaturas mais influentes, variadas, sofisticadas e inventivas do planeta. Uma demonstração cabal, aliás, de que os artistas são muito superiores aos políticos.

Então agora reformulei minha oficina clássica Contos Para o Próximo Milênio – o laboratório de ficções breves que ministro desde 2006 – substituindo os autores de outras literaturas por autores russos e ucranianos.

Vamos praticar o conto, a crônica, o microconto, o relato breve e a ficção em rede em seis encontros semanais, das 19h30 às 22h30. Os encontros serão híbridos, presenciais e via zoom. O investimento é de $599, pagos em 1 ou 2 vezes, via pix. Professores, pesquisadores e descendentes de ucranianos e russos têm 50% de desconto.

Bora lá, tovarish?


Autor: rbressane

Writer, journalist, editor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s